✂ Modo Fome: Você está comendo o suficiente? ✂

✂ Modo Fome: Você está comendo o suficiente? ✂

Cerca de um mês atrás, eu cheguei peguei um táxi pela 99Taxi que está mais em conta que o Ubber para ir visitar um amigo. Como estávamos andando pelo bairro do Socorro em São Paulo, a conversa apontou para vida saudável.

 

O taxista me disse que eu estava em boa forma, mas eu poderia dizer que ele estava jogando verde. Depois que eu disse a ele que era blogueiro e tinha um site sobre nutrição e boa forma, ele confessou que tinha tentado perder peso durante meses e fazia academia 5 vezes por semana (cardio e musculação). Ele não tinha perdido uma grama em meses e estava sem saber o que fazer.

 

Eu comecei a fazer-lhe algumas perguntas sobre o seu treino, que não era nada de especial, mas não me soou como um problema. Então a conversa se voltou para o que ele estava comendo. Você pode adivinhar?

 

Ele não estava comendo 4.000 calorias por dia como você pode imaginar, ou mesmo 3.000 calorias. Acontece que ele estava comendo menos de 1.000 calorias por dia! Ele muitas vezes ignorava o café da manhã, comia uma salada no almoço com um pouco de carne magra, e o mesmo no jantar.

 

Porque ele comia tão pouco, seu metabolismo tinha desacelerado vertiginosamente. Seu corpo estava em profundo modo fome e é quase impossível esculpir seu corpo, porque seu metabolismo desacelerou a privação calórica crônica.

 

Eu estimei que ele iria queimar cerca de 2.700 calorias com seu metabolismo funcionando normalmente. Há muito debate sobre o quão grande um déficit de calorias deve ser em um programa de perda de gordura.

 

Saiba que que um déficit de 500 calorias diárias é igual a 450 g de perda de gordura por semana, e um déficit de 1.000 calorias equivale a 900 g de perda de gordura por semana (em teoria).

 

A melhor maneira de pensar em criar um déficit calórico é como uma percentagem do seu total de queima de calorias , como 15-20% (25% -35% no limite).

 

Portanto, se você é uma mulher pequena que queima apenas 1800 calorias por dia, um déficit de 1000 calorias é muito alto, porque isso significa que você estará comendo apenas 800 calorias.

 

A abordagem mais inteligente é criar um déficit de 20% de calorias, ou 360 calorias menos do que você queima, o que lhe coloca cerca de 1440 calorias por dia. Quanto mais devagar você começar, melhor é.

 

O aconselhável é criar um menor déficit calórico como uma porcentagem de sua queima de calorias, até porque o principal da alimentação é a qualidade do que comemos e não a quantidade.

 

Trocamos e-mail e agora ele e eu aprendemos mais um pouco sobre vida saudável e dieta. Estimo agora um avanço rápido nos próximos 2 meses e, ainda, aprendi como uma única informação mal compreendida pode detonar todo o seu esforço! Ele, conseguira a boa forma que sempre quis com uma conversa de menos de 30 minutos.

 

Então se você assumiu esse desafio de mudar de corpo e está constantemente pulando refeições ou não come o suficiente ( modo fome ), eu espero que você entenda que comer mais dos alimentos certos ajuda a aumentar o seu metabolismo. A chave é encontrar o equilíbrio entre o exercício e alimentação saudável, enquanto acompanha o seu progresso e percebe o que funciona para você.

 

Referência Bibliográfica

 

  1. Kalm LM, Semba RD. They starved so that others be better fed: remembering Ancel Keys and the Minnesota experiment. J Nutr. 2005;135(6):1347-52.
  2. Doucet E, St-pierre S, Alméras N, Després JP, Bouchard C, Tremblay A. Evidence for the existence of adaptive thermogenesis during weight loss. Br J Nutr. 2001;85(6):715-23.

Ezequiel Alves

Blogueiro no Seu Infield. Pesquisador e Culinarista. Seu interesse por Nutrição começou há 4 anos quando descobriu a dieta low carb. Agora me dedico a disseminar esse conteúdo ao maior número de pessoas possível.
Fechar Menu